terça-feira, 31 de janeiro de 2012

"[MINDIM VII]".



  • "[MINDIM VII]".
tudo
que 
vem

de ti
tem
sabor

doce
de mel
e amor


 {Forma de poetar,criada pela poetisa Luna Di Primo em 2011}.

"[ESCRITO II]".



"[ESCRITO II]".

 Ao passar pela porta da solidão,
 deixe escrito do lado de fora.

 "VOLTO JÁ"...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"[MINDIM VI]".



"[MINDIM VI]".

 nasce
 cresce
 e vive

 cores,
 e flores
 no jardim,

 do amor
 a flor
 da paixão

 sem de dor
morrer
 ao amar

 {Forma de poetar,criada pela poetisa Luna Di Primo em 2011}.

"[TRAGÉDIA NO RIO DE JANEIRO]".




"[TRAGÉDIA NO RIO DE JANEIRO]".

 Ao voltarem do trabalho,
 entram em desespero,
 na rua Treze de maio,
 centro do Rio de Janeiro.

 Não viram donde saiu,
 aquele enorme estrondo,
 só a nuvem cinzenta surgiu,
 no prédio desmoronando,

 Muita poeira e correria,
 um amontoado de entulho,
 eram outros dois que caía,
 ouvindo-se mais um barulho.

 Pensaram que era guerra,
 quem estava ali exclamou.
 Três prédios foram por terra!!!
 quando tudo aquilo abaixou...

domingo, 29 de janeiro de 2012

"[ESCRITO]"



"[ESCRITO]"

 Quem morre na solidão.
 Escreve-se na lápide.

 "AQUI JAZ UM CORAÇÃO BURRO"!


"[REGRESSO]".

 São Paulo,14 de setembro de 2010.
 Saudações...
 Venho por meio dessa,com a alma lavada e branqueada pela mais pura essência de arrependimento que,um ser humano pode suportar por esses anos todos,na ausência do seu lar.
 Perdão seria muita pretensão se eu pedisse a vocês. Pelo abandono e, falta de responsabilidade feita por esse caso impensado,existente naquele dia em que saí sem rumo e direção.
 Passaram-se dias,meses e anos sem que eu me desse conta ,do mal em que proferi às pessoas em que eu mais prezava e amava.Vocês,pequenos que,ainda estavam na escola,sem sequer tiveram o prazer de um pai presente até mesmo nos dias comemorativos.Tiveram um pai imaginário no sub-consciente formando fantasias de que,algum dia o teriam em seu seio familiar.Mais o tempo foi passando,cresceram e,tiveram filhos também.Formaram familias mesmo faltando esse pedaço tão importante nas suas vidas.
 Hoje com o coração limpo e reconstituído pelo sofrimento tido por um fato ocorrido sem explicação plausível.
 Peço-lhes que reconsiderem esse meu arrependimento como um pedido de regresso.
 Aprendi também que,a familia é a base para a sobrevivência.
 Sem mais aqui termino essa com a esperança de,estar em breve aos seus convívios.

 Beijos do seu pai...
 Jamil Luz.


 PS.."Escrito para meus filhos Everton e Sammya Luz".


"[CARTA PARA O CORAÇÃO].


                                                                               20/FEVEREIRO/2000.

 Bom dia amigo,se é que posso chama-lo assim.
 Em primórdio instante,desejo-lhe que esta o encontre em perfeita saúde.
 Venho por meio desta,com muito pesar em comunicar-lhe que.Por pura incompetência e falta de obediência,fiz esse maldoso feito a ti que tanto te fez infeliz.Em circunstâncias inexplicáveis esse triste fato aconteceu.
 Eu também me senti traído,assim como você,só que com uma enorme diferença.Eu por natureza sou menos sensível,sendo que tu,por ser movido à emoções esta sofrendo bem mais.
 Fui traído pelos olhos que,consequentemente,o traí pela força do desejo da carne,caíndo nessa besteira chamada de "aventura".
 Onde que,a nossa fonte de alimento sentimental descobriu nos abandonando deixou tudo que tínhamos construído durante os anos de vivência com imensa felicidade.
 Agora amigo,com o meu pedido de perdão e arrependimento sincero,espero veementemente que tudo volte ao normal a alegria o amor que tivemos antes desse malfadado feito.
 Sem mais aqui deixo escrito a certeza da esperança,que trago a ti com palavras que voltaremos à sorrir,ao sair dessa situação desconfortante para ambos.Com a volta do nosso alimento que se chama "amor".Que perdemos por a minha displicência e falta de consideração sem pensar nas conseqüências que repercutiria,à quem leva à sério o seu bem estar.
 Agradeço-te pela paciência meu amigo,pedindo-lhe desculpas!

                                                                 Ass:"Consciência"...

"[AGRADECIMENTO À DEUS]



"[AGRADECIMENTO À DEUS]

 Sempre que levanto,
 nas manhãs vejo,
 essa beleza,
 agradeço à Deus
 por esse encanto,
 que é a natureza.

 Na grandeza dessa paz
 que a vida nos oferece,
 e a bondade que nos traz,
 em todos os dias,
 que amanhece.

 Nos lagos,rios,terra e mar,
 matas virgens e imponentes,
 tudo me faz sonhar,
 com todos os homens,
 vivendo contentes.

 Nessa hora estou,
 inconstante a meditar,
 por isso de novo  te agradeço,
 meu Deus,
 por nesse mundo estar...

sábado, 28 de janeiro de 2012

"[HOMENAGEM PÓSTUMA PARA AVÓ ENEDINA]"


"[HOMENAGEM PÓSTUMA PARA AVÓ ENEDINA]"

Guerreira pernambucana forte,
foi mãe e pai ao mesmo tempo,
com o jeito ainda do norte,
fez tudo de bom com sentimento.

Na trajetória da vida foi de tudo,
extravasou despertando paixões,
mas com cutela e salvo conduto,
não se prendeu em corações.

Dedicou-se na independência,
para os filhos assim criar,
conquistando vasta experiência,
seu singelo mas honesto andar. 

Viveu noventa e tantos anos,
devota fervorosa e católica,
respondeu todos seus planos,
na vida fazendo bela estória.

Amou-nos com tanta intensidade,
esse sentimento quando à perdemos,
vai ficar na memória a triste saudade,
nesses anos que ao seu lado vivemos...

"[TEMPO QUE NÃO VOLTA]".

"[TEMPO QUE NÃO VOLTA]".

Quando feliz andava,
com os pés no chão,
sem camisa ficava,
e a barriga sujava,
de caldo de feijão,
com outros brincava,
de carrinho de mão,
sem nenhum preconceito,
com muito respeito,
sem imposição.

Se soltava,voava,
empinava pipa,
na água refrescava,
depois se banhava,
embaixo da bica,
corria de pega pega,
e esconde esconde,
sem saber onde,
a tristeza se empregava,
e a maldade ficava...

"[FILHOS,FILHOS]".



"[FILHOS,FILHOS]".

 Filho que sai,
 fora do trilho,
 tira o brilho,
 do orgulho do pai.

 Filho que entra,
 para o submundo,
 o pai se encontra,
 num triste profundo.

 Filho que o trata,
 com desrespeito,
 ou desacata,
 no pai dói o peito.

 Filho que ama ,
 ou desgosta,
 o pai não reclama,
 no amor acha resposta...

"[AS DORES DO CRESCER]".



"[AS DORES DO CRESCER]".

 É uma arte,que faz parte,para não morrer!!!

 {Frase inspirada no conto da poetisa  Wanya Luz}..

"[OH!QUE SAUDADE]".


"[OH!QUE SAUDADE]".

De ti,meu amor,
que senti,no coração,
e vivi,a emoção,
quando a vi,como um botão,
e ouvi,uma suave canção,
desabrochando,essa linda flor...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

"[DOIS AMORES]".




"[DOIS AMORES]".

 Não tome decisão,
 tão precipitada,
 alarmando o coração,
 pelo que você viu,
 é quase nada,
 diante do que sentiu,
 nessa estrada,
 quando o amor surgiu.

 Se quizer gritar,
 grite bem alto,
 para que possa deslizar,
 sobre o asfalto
 e se bater vai quebrar,
 um pedrar,de cobalto,
 esse meu grande amar,
 sem sobressalto

 Nada me tira,
 dessa paixão,
 que comanda e mira,
 meu coração,
 e conduzo a ira,
 com atenção,
 que na boleia vira,
 o meu caminhão,
 e você inspira,
 a minha canção...

‎"[PREVINA-SE]"




                  
                      "[PREVINA-SE]".


Todo positivo se torna negativo no soro positivo...

"[RETRUQUE].

"[RETRUQUE].

Se silenciar diante do adverso.
E dar pano para manga do converso!!!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012





"[PARABÉNS SÃO PAULO]".
{25 /de janeiro de/2012}.


P'oderosa megalópole,
A'colhedora bela e sutil,
R'einas com amor à galope,
A'qui no sudeste do Brasil.
B'enemérita,grande cidade,
É' merecedora de respeito,
N'os fatos da grandiosidade,
S'obre tudo que tem feito.

S'ímbolo arquitetônico exuberante,
Ã'o de todos do mundo inteiro ver,
O'que é real claro e abundante,

P'ara quem aqui passa à viver.
A's ruas,prédios,praças e avenidas,
U'ne os povos de todo lugar,
L'iberdade sem sombra de duvidas,
O'stenta,quem quizer aqui morar...

"[ATENÇÃO]".


"[ATENÇÃO]".

 Quando dirigir dentro de si,
 cuidado para não derrapar,
 nas curvas dos pensamentos...

"[ÁGUAS CORRENTES]".


"[ÁGUAS CORRENTES]".

 Deixe que as águas corram,
 seguindo seu curso natural,
 e com elas morram,
 as tristezas de todo mal.

 Deixe que cheguem rápido à foz,
 juntando-se com as amargas lágrimas,
 que foram derramadas por vós,
 também todas as suas lástimas.

 Quando chegarem ao mar,
 rapidamente se dispersarão,
 e imediatamente vão alegrar,
 esse tristonho,mas bom coração.

 As ondas bravias espumantes,
 tomaram conta dessa dor,
 sendo que nesse instante,
 ressurgirá um novo amor...

"[A MINHA PAIXÃO]".



"[A MINHA PAIXÃO]".

É tão imensa,
que cabe perdão,
com pureza extensa,
de compreensão.

É suave e sublime,
de carinho e afeto,
que sempre se exprime,
de modo concreto,

É toda felicidade,
de maneira constante,
de amor e verdade,
clara e apaixonante,

Faz-se eternizar,
por uma só pessoa,
que de tanto me amar,
por isso que ecoa...

"[ATRASO]".



"[ATRASO]".

 Perdi a total condução,
 da felicidade e do brio,
 traído pela paixão,
 que nunca existiu.

 Perdi todo meu senso,
 por quem não merece,
 e um farto pretenso,
 no amor que enaltece.

 Perdi anos da minha vida,
 alimentados com carinhos,
 essa que foi dividida,
 entre dores e espinhos.

 Agora só me resta esquecer,
 o tempo que perdi ao seu lado,
 deixando meu coração viver,
 sepultando esse triste passado...

"[ANJOS DO BEM]".



"[ANJOS DO BEM]".

 Estão sempre em alerta e atenção,
 dedicando-se num integral tempo,
 sem reclamar em nenhum momento,
 reconforta-nos,com pureza e emoção.

 Amortece nosso sentimento de dor,
 da a mais nova,até a mais experiente,
 amortiza-nos da tristeza e do rancor,
 dando-se de si,feliz e contente.

 Altamente com presteza e louvor,
 domina o dissabor do paciente,
 acalentando todos,com carinho e amor,
 direcionando a paz à todo descontente.

 Trabalho honesto e gratificante,
 créditos elevados temos que dar,
 tratando-as com respeito constante,
 tornando-as "ANJOS DO BEM",por seu amar...

 {Dedicado a todas enfermeiras do mundo}...

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

"[PROJEÇÃO DO MAL]".


"[PROJEÇÃO DO MAL]".

Projetas,projetas,
a maldade.
Vegetas,vegetas,
a prosperidade...

"[NOVO AMIGO]".


"[NOVO AMIGO]".

Fazer um novo amigo,
é renascer para dar.
e receber carinho...

"[INSTINTO MATERNO]".


"[INSTINTO MATERNO]".

 Instinto materno senti,
 o dia que numa favela,
 andando por uma viela,
 uma criança eu vi.

 Dentro de um barraco,
 enrolado em panos chorava,
 uma policial que ali estava,
 pego-o em seu braço.

 Acariciou e falou,
 ele esta com fome,
 mesmo sem saber o nome
 que ninguém anotou.

 Tirou o seu peito,
 com carinho deu de mamar,
 imediatamente parou de chorar,
 até hoje eu comento esse feito...

"[DU'DOENTE]"


"[DU'DOENTE]"

 O profano de amor.
 É insano de,profunda dor...

domingo, 22 de janeiro de 2012

"[ONDE ESTÁ A RESPOSTA]".


"[ONDE ESTÁ A RESPOSTA]".

 Se,engravidamos sorrindo,
 porque,os bebes nascem chorando???

sábado, 21 de janeiro de 2012

"[PROPÓSITOS DE DEUS]".



"[PROPÓSITOS DE DEUS]".

É andarmos nesse mundo,
como estivessemos no céu,
o horizonte de fundo,
e esse azul como véu.

As pessoas são as estrelas,
uma obra de perfeição,
para brilharem paralelas,
como na constelação.

Pássaros como anjos,
por todos os cantos,
tocando seus banjos,
em tons de acalantos.

As águas  são os Santos,
com braços abertos de amor,
que nos cobre com mantos,
onde quer que  gente for.

Deus fez tudo assim,
para que posamos viver,
do começo ao fim,
sem termos que sofrer...

"[PEDAÇOS DE MIM]".




"[PEDAÇOS DE MIM]".

 Nascido por inteiro,
 que hoje é tão pouco,
 ficou nesse mundo louco,
 deveras estradeiro.

 Fatiado em pedaços,
 no meu longo viver,
 todo o meu ser,
 entre fatos e laços.

 Nos caminhos do amor,
 das falsas paixões,
 e altas emoções,
 em lamurias e dor.


 Agora,o que resta de mim,
 são pouquíssimas alegrias,
 que no final dos meus dias,
 estou feliz assim...

"[A TERRA DOS MEUS POETAS]".


"[A TERRA DOS MEUS POETAS]".

Estive em Lisboa,
onde vi a obra completa,
do grande poeta,
Fernando Pessoa.

Logo fiz uma muda,
parando no Chile,
onde vi em desfile,
poemas de Pablo Neruda.

Nas asas do condor,
voei a uma citânia,
chamada  Ucrânia,
de Clarice Lispector.

No Rio Grande do Sul,
de Mário Quintana,
fiquei por uma semana,
naquele belo céu azul.

Visitei Alagoas,
de Graciliano Ramos
que tinha nos planos,
somente coisas boas.

Viajando ainda mais,
com essa felicidade,
li Drumond de Andrade,
nas Minas Gerais.

Na cidade maravilhosa,
sem interpeles,
senti Cecilia Meireles,
linda e talentosa.

Peguei uma beira,
desci em Recife,
visitei a esquife,
de Manoel Bandeira.

Em São Paulo terminei,
nessa grande cidade,
de Mário de Andrade,
que sempre morei... 

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

"[SONETO PARA JHENIFER DIMAS]".


"[SONETO PARA JHENIFER DIMAS]".

 Ah! Se eu pudesse
 faria com imenso prazer.
 daria-te um mundo de sois,
 e brisas como lençóis,

 para que transcendesse,
 o seu bom e belo viver.
 eternamente entre nós.

 Ah!Se eu pudesse,
 não estaria longe de ti,
 encurtava a distancia,
 de suma importância,

 em que permanecesse,
 nesse ser,seu meigo sorri,
 que retém...exuberância...

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

"[SUAVE MELODIA]".


"[SUAVE MELODIA]".

Abraçada à mim dança,
a  suave melodia,
no passo que avança,
olho no olho ve alegria.

Firmemente se lança,
um beijo com harmonia,
docemente se trança,
no meu ser que irradia.

Uma eterna esperança,
de morrer assim um dia,
sem deixar na lembrança,

na mente da maioria,
o começo daquela aliança,
com suave melodia... 

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

"[O POETA POLÍGRAFO]".



"[O POETA POLÍGRAFO]".

 Escrevia de noite e de dia,
 a alegria o amor e a tristeza,
 a realidade e a fantasia,
 o feio e o belo da natureza.

 Escrevia a força da emoção,
 importando no pensamento,
 a mais pura e sublime alusão,
 de inteligente conhecimento.

 Escrevia o passado feliz,
 ou presente descontente,
 e o futuro naquilo que condiz,
 em palavras simples e coerente.

 Epístolas de auto estima,
 na poesia que escrevia,
 em verso prosa e rima,
 suavizava de modo que via...

"[ECLIPSE]".




"[ECLIPSE]".

Na clara noite de luar,
 um escuro coração,
que parou de clarear,
por escura decepção.

Do claro amor que escureceu,
deixou claro a escura solidão,
e um  claro escuro como breu,
trouxe o escuro na clara paixão.


Na clara desilusão o escuro,
claramente um escuro pranto,
na sombra escura do claro puro,
cobre claro com escuro manto.

No escuro choro um claro pensar,
numa luz clara no escuro surgir,
com clareza no escuro apresentar,
nesse escuro um claro seguir...